Navigation path

Left navigation

Additional tools

Segurança rodoviária: Comissão adopta medidas para reduzir para metade a sinistralidade rodoviária até 2020

European Commission - IP/10/970   20/07/2010

Other available languages: EN FR DE DA ES NL IT SV FI EL CS ET HU LT LV MT PL SK SL BG RO

IP/10/970

Bruxelas, 20 de Julho de 2010

Segurança rodoviária: Comissão adopta medidas para reduzir para metade a sinistralidade rodoviária até 2020

A Comissão Europeia adoptou hoje um plano ambicioso para reduzir para metade o número de mortes nas estradas da UE durante os próximos 10 anos. As iniciativas propostas, que constituem um pacote de orientações políticas para a segurança rodoviária para 2011-2020, têm como objectivo adoptar normas mais rigorosas para a segurança dos veículos, melhorar a formação dos utentes das vias públicas e reforçar o controlo da aplicação do código da estrada. A Comissão Europeia tenciona trabalhar em estreita cooperação com os Estados-Membros na aplicação deste programa.

Siim Kallas, Vice-Presidente da Comissão Europeia responsável pelos transportes, declarou: «Todos os dias, morre uma centena de pessoas nas estradas da UE. A situação melhorou significativamente desde 2001 e conseguimos salvar cerca de 80 000 vidas. No entanto, o número de mortos e de feridos nas nossas estradas continua a ser inaceitável. Vamos analisar as características dos veículos, as infra-estruturas rodoviárias utilizadas pelos automobilistas e os seus comportamentos ao volante, com o objectivo de reduzir para metade a sinistralidade rodoviária até 2020.»

Programa de acção para a segurança rodoviária (2011-2020):

A Comissão Europeia apresentou hoje uma série de iniciativas que se concentram na melhoria dos veículos, das infra-estruturas e do comportamento dos utentes das vias públicas.

Foram estabelecidos sete objectivos estratégicos:

  • Melhorar as medidas de segurança aplicáveis aos veículos pesados e aos automóveis

  • Construir estradas mais seguras

  • Conceber veículos inteligentes

  • Prever exigências mais severas para a concessão da carta de condução e a formação dos condutores

  • Reforçar o controlo da aplicação do código da estrada

  • Prever medidas específicas para as lesões causadas pelos acidentes rodoviários

  • Dar mais atenção aos motociclistas.

Figuram no MEMORANDO anexo MEMO/10/343 as medidas específicas para cada objectivo estratégico.

O quadro anexo «Sinistralidade rodoviária por país» indica os progressos registados entre 2001 e 2010 ao abrigo do programa de acção para a segurança rodoviária e inclui os números à escala da UE e discriminados por país.

Informações complementares:

http://ec.europa.eu/transport/road_safety/events-archive/2010_07_20_road_safety_2011_2020_en.htm

Sinistralidade rodoviária por país (por milhão de habitantes)

Estado-Membro

Sinistralidade por milhão de habitantes

Evolução da sinistralidade 2001‑ 2009

 

2001

2009

2009 – 2001

Letónia

236

112

-54%

Espanha

136

58

-53%

Estónia

146

75

-50%

Portugal

163

79

-50%

França

138

67

-48%

Lituânia

202

110

-48%

Eslováquia

114

64

-43%

Itália

125

68

-43%

Irlanda

107

54

-42%

Alemanha

85

51

-40%

Suécia

66

39

-39%

Eslovénia

140

84

-38%

União Europeia

113

69

-36%

Bélgica

145

90

-36%

Finlândia

84

53

-36%

Países Baixos

62

39

-35%

Reino Unido

61

38

-35%

Áustria

119

76

-34%

Hungria

121

82

-34%

Luxemburgo

159

97

-33%

República Checa

130

87

-32%

Dinamarca

81

55

-30%

Chipre

140

89

-28%

Grécia

172

130

-23%

Polónia

145

120

-17%

Bulgária

128

118

-11%

Roménia

112

130

14%

Malta

41

51

31%

N.B.: Em 2010, espera-se que a evolução da sinistralidade rodoviária seja da ordem de -40% (em comparação com -36% em 2009).


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website