Navigation path

Left navigation

Additional tools

UE celebra 25.º aniversário das Capitais Europeias da Cultura

European Commission - IP/10/334   22/03/2010

Other available languages: EN FR DE DA ES NL IT SV FI EL CS ET HU LT LV MT PL SK SL BG RO GA

IP/10/334

Bruxelas, 22 de Março de 2010

UE celebra 25.º aniversário das Capitais Europeias da Cultura

Em 23 e 24 de Março, a Comissão Europeia celebrará o 25.º aniversário das Capitais Europeias da Cultura com uma conferência e exposição em Bruxelas, na presença de mais de 400 representantes de capitais passadas, presentes e futuras e de muitos outros operadores culturais. O Presidente José Manuel Barroso e a Comissária Androulla Vassiliou inaugurarão o evento, juntamente com Doris Pack, presidente da Comissão da Cultura do Parlamento Europeu. A conferência visa a partilha de experiências e de boas práticas, assim como a avaliação do impacto das Capitais Europeias da Cultura desde o seu lançamento em 1985.

O Presidente José Manuel Barroso declarou: «Esta iniciativa é uma ilustração clara do compromisso da UE com a diversidade cultural e também da forma como a cultura pode unir as pessoas na Europa. Gostaria de agradecer a todas as cidades que puseram a Europa em evidência durante o seu ano como capitais e desejo às Capitais Europeias da Cultura muitos êxitos durante os próximos 25 anos.»

Androulla Vassiliou, Comissária para a Educação, a Cultura, o Multilinguismo e a Juventude, comentou: «O 25.º aniversário será uma oportunidade de reflectir sobre o enorme êxito das Capitais Europeias da Cultura como força motriz da criatividade, da criação de empregos, da inclusão social, da reabilitação e do turismo. É um dos eventos culturais mais reconhecidos na Europa e estou confiante em que continuará a representar o melhor da Europa nos próximos 25 anos.»

O primeiro dia da conferência é dedicado à comemoração oficial, assim como a uma troca de opiniões entre capitais passadas, presentes e futuras. O segundo dia terá uma dimensão mais estratégica e examinará o impacto e o legado da iniciativa.

Desde a primeira Capital Europeia da Cultura, que teve lugar em Atenas em 1985, mais de 40 cidades de toda a Europa detiveram o título. As Capitais da Cultura deste ano são Essen, representando a região do Rur (Alemanha), Pécs (Hungria) e Istambul (Turquia).

Os objectivos principais do projecto das Capitais Europeias da Cultura são:

  • destacar a riqueza e a diversidade das culturas europeias;

  • promover a compreensão mútua entre os cidadãos europeus;

  • incentivar um sentido de pertença à mesma família europeia, sensibilizando-nos para as nossas raízes europeias comuns e para as nossas ambições comuns para o futuro.

As Capitais Europeias da Cultura são igualmente uma oportunidade única de reabilitar cidades a longo prazo, dando nova vitalidade à sua vida cultural e às suas actividades criativas e transformando a sua imagem.

Foi Melina Mercouri, a recentemente falecida antiga ministra da Cultura da Grécia e actriz consagrada, que, com Jack Lang, o seu homólogo francês, concebeu a ideia das Capitais Europeias da Cultura. (Ver adiante a lista completa das capitais).

Para mais informações:

Sobre a comemoração:

http://ec.europa.eu/culture/news/news2459_en.htm

Sobre as Capitais Europeias da Cultura:

http://ec.europa.eu/culture/our-programmes-and-actions/doc413_en.htm

Ver ainda MEMO/10/93.

ANEXO: Capitais Europeias da Cultura 1985-2011

1985 : Atenas (Grécia)

1986 : Florença (Itália)

1987 : Amesterdão (Países Baixos)

1988 : Berlim (Alemanha)

1989: Paris (França)

1990 : Glasgow (Reino Unido)

1991 : Dublim (Irlanda)

1992 : Madrid (Espanha)

1993 : Antuérpia (Bélgica)

1994: Lisboa (Portugal)

1995 : Luxemburgo (Luxemburgo)

1996 : Copenhaga (Dinamarca)

1997 Salónica (Grécia)

1998: Estocolmo (Suécia)

1999: Weimar (Alemanha)

2000 : Bergen (Noruega), Bolonha (Itália), Bruxelas (Bélgica), Helsínquia (Finlândia), Cracóvia (Polónia), Praga (República Checa), Reiquiavique (Islândia), Santiago de Compostela (Espanha)

2001: Roterdão (Países Baixos) e Porto (Portugal)

2002 : Bruges (Bélgica) e Salamanca (Espanha)

2003 : Graz (Áustria)

2004 : Génova (Itália) e Lille (França)

2005 : Cork (Irlanda)

2006 : Patras (Grécia)

2007 : Sibiu (Roménia) e Luxemburgo (Luxemburgo)

2008 : Liverpool (Reino Unido) e Stavanger (Noruega)

2009 : Vilnius (Lituânia) e Linz (Áustria)

2010 : Istambul (Turquia), Essen, representando a região do Rur (Alemanha), e Pécs (Hungria)

2011 : Turku (Finlândia) e Tallinn (Estónia)

2010 : Guimarães (Portugal) e Maribor (Eslovénia)

2011 : Marselha (França) e Košice (Eslováquia)


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website