Navigation path

Left navigation

Additional tools

IP/10/ 156

Bruxelas, 11 de Fevereiro de 2010

Comissão planeia atribuir mais 90 milhões de euros de apoio à população do Haiti

A Comissão Europeia propõe hoje que se utilizem fundos da reserva de emergência do orçamento da UE para financiar um novo pacote substancial de ajuda humanitária ao Haiti. Através de uma nova Decisão que prevê um montante de 90 milhões de euros, a Comissão pretende dar uma ajuda maciça para responder à necessidade premente de abrigos para os haitianos cujas casas foram destruídas ou danificadas pelo sismo, e apoiar a distribuição de alimentos e a prestação de cuidados de saúde (manifestamente em falta).

Nas palavras d a nova Comissária Europeia responsável pela Cooperação Internacional, Ajuda Humanitária e Resposta a Situações de Crise, Kristalina Georgieva: «Temos que evitar a todo o custo uma segunda catástrofe humanitária no Haiti. Com a aproximação da época das chuvas e dos furacões, dar às pessoas um tecto capaz de resistir às tempestades que anualmente assolam as Caraíbas é uma das principais prioridades. Ainda temos bem presente a experiência de 2008, quando o país foi fustigado por sucessivas tempestades tropicais. Ao mobilizar mais 90 milhões de euros, a Comissão Europeia mostra que está determinada a apoiar os esforços das autoridades haitianas para organizarem a ajuda humanitária aos seus cidadãos."

Os fundos da reserva de emergência têm de ser aprovados pela autoridade orçamental da UE (Parlamento Europeu e Conselho).

Para além do apoio às actividades de instalação de tendas/abrigos, a verba prevista na decisão será usada para responder a outras necessidades igualmente urgentes, nomeadamente a nível alimentar, médico, sanitário e do abastecimento de água.

Com estes novos fundos, o montante total da resposta da UE no Haiti ascenderá a 609 milhões de euros, dos quais 309 milhões são consagrados à ajuda humanitária (120 milhões provenientes da Comissão e 189 milhões dos Estados‑Membros). Os restantes 300 milhões destinam-se a obras urgentes de reabilitação e reconstrução. Estes fundos, assim como a próxima missão militar da UE que visa fornecer abrigos, serão um contributo adicional para aliviar o sofrimento dos cidadãos do Haiti.


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website