Navigation path

Left navigation

Additional tools

IP/10/1434

Bruxelas, 28 de Outubro de 2010

A indústria pela Europa – A Europa pela indústria

Para que a Europa possa continuar a ocupar uma posição de liderança mundial, a indústria tem de estar em primeiro plano. É esta a principal mensagem da comunicação «Uma política industrial para a era da globalização» adoptada hoje pela Comissão Europeia por iniciativa do Vice-Presidente da Comissão Antonio Tajani. A comunicação, uma iniciativa emblemática da estratégia Europa 2020, apresenta um conjunto de acções para estimular o crescimento e o emprego preservando e apoiando uma base industrial forte, diversificada e competitiva na Europa, que ofereça empregos bem remunerados e seja menos consumidora de carbono. A comunicação é acompanhada por um relatório sobre o desempenho dos Estados‑Membros em matéria de competitividade (ver MEMO/10/533) e pelo relatório anual sobre a competitividade europeia.

Antonio Tajani, Vice-Presidente da Comissão Europeia, Comissário responsável pela Indústria e pelo Empreendedorismo, declarou: «A indústria está no cerne da Europa e é indispensável para responder aos desafios da nossa sociedade, hoje e no futuro. A Europa precisa da indústria e a indústria precisa da Europa. Devemos aproveitar plenamente todo o potencial do mercado único, com os seus 500 milhões de consumidores e 20 milhões de empresários.»

Nesta era de globalização crescente, a noção de sectores e indústrias nacionais está ultrapassada. São necessárias respostas políticas europeias coordenadas. A Europa precisa também de avançar numa perspectiva que tenha em conta toda a cadeia de valor, desde as infra-estruturas e matérias-primas até aos serviços pós-venda. A promoção da criação e do crescimento de pequenas e médias empresas deve estar no cerne da política industrial da UE. Além disso, a transição para uma economia sustentável tem de ser encarada como uma oportunidade para reforçar a competitividade. Só uma política industrial europeia centrada na competitividade e sustentabilidade permitirá reunir a massa crítica de mudança e coordenação necessária para ser bem sucedida. Antonio Tajani acrescentou: «Não haverá sustentabilidade sem competitividade, assim como não haverá competitividade a longo prazo sem sustentabilidade. E nenhuma das duas será possível sem um avanço exponencial na inovação.»

Dez acções estratégicas para a competitividade industrial europeia:

  • Um teste de competitividade (competitiveness proofing) explícito e aprofundado da nova legislação. O impacto de todas as propostas políticas na competitividade será devidamente examinado e tomado em conta.

  • Balanços da qualidade (fitness checks) da legislação em vigor, a fim de identificar as possibilidades de redução dos efeitos cumulativos da legislação, para diminuir os custos para as empresas europeias.

  • Apoio à criação e ao crescimento de PME, facilitando o acesso destas empresas ao crédito e a sua internacionalização.

  • Uma estratégia para reforçar a normalização europeia, a fim de dar resposta às necessidades da indústria.

  • Modernização das infra-estruturas e dos serviços europeus de transportes, energia e comunicações para responder com maior eficácia às necessidades da indústria, tomando devidamente em conta a permanente evolução da envolvente competitiva.

  • Uma nova estratégia relativa às matérias-primas, para criar condições sustentáveis de aprovisionamento e gestão das matérias-primas primárias nacionais.

  • Fomento da inovação sectorial mediante acções a desenvolver em sectores como as tecnologias de fabrico avançado, a construção, os biocombustíveis e os transportes rodoviários e ferroviários, com o objectivo de melhorar a eficiência na utilização dos recursos.

  • Resposta aos desafios das indústrias consumidoras intensivas de energia, através da melhoria das condições de enquadramento e do apoio à inovação.

  • Uma política espacial, a definir em colaboração com a Agência Espacial Europeia e os Estados‑Membros. A Comissão aplicará uma política para a indústria espacial, tendo como objectivo desenvolver uma sólida base industrial que abranja toda a cadeia de aprovisionamento.

  • A Comissão dará conta anualmente da situação em matéria de competitividade, políticas industriais e desempenho da Europa e dos EstadosMembros (ver MEMO/10/533).

Para concretizar a ambição de estabelecer uma base industrial forte, diversificada e competitiva na Europa, é necessário que as várias iniciativas políticas se reforcem mutuamente. É o caso das diversas iniciativas emblemáticas lançadas no âmbito da estratégia Europa 2020 e de estratégias como a relativa ao mercado único, adoptada em 27 de Outubro (ver IP/10/1390)

Antonio Tajani concluiu: «A Europa é mais do que a soma das suas partes. Devemos fixar objectivos mais ambiciosos no domínio da política industrial, intensificar as nossas acções e reforçar a governação europeia. Manter o status quo não é uma opção.»

Contexto

A indústria europeia está a recuperar gradualmente da crise económica e financeira dos últimos anos e há motivos para acreditar na sua capacidade de vencer os desafios associados à evolução da envolvente empresarial mundial. Porém, os níveis da produção industrial estão ainda mais de 10% abaixo dos valores pré-crise, apesar da recente recuperação de quase 10%. A indústria transformadora emprega 25% dos trabalhadores do sector privado e os serviços relacionados com a indústria empregam outros 25%. Além disso, 80% de todas as actividades de investigação e desenvolvimento do sector privado têm lugar na indústria transformadora.

Mais informações:

MEMO/10/532

«Uma política industrial para a era da globalização» – Elementos da estratégia da Comissão

MEMO/10/533 : Análise da competitividade em 27 Estados‑Membros

Relatório sobre a competitividade 2010

A comunicação «Uma política industrial para a era da globalização» está disponível no seguinte sítio Web:

http://ec.europa.eu/enterprise/policies/industrial-competitiveness/industrial-policy/index_en.htm


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website