Navigation path

Left navigation

Additional tools

IP/10/1352

Bruxelas, 20 de Outubro de 2010

A fase decisiva: 50.º aniversário do programa de estágios da Comissão

O que podem ter em comum o Rei Mohammed VI de Marrocos, Mario Monti, Silvana Koch-Mehrin e o consultor económico de Barack Obama, Michael Froman? Todos foram, um dia, estagiários na Comissão Europeia. Mais de 40 000 jovens universitários licenciados participaram no programa de estágios da Comissão desde o seu lançamento, em 1960. É o programa de estágios do seu tipo com maior longevidade e o maior no mundo quanto ao número de estagiários recrutados anualmente. Os participantes, ou «stagiaires», em francês, como são mais vulgarmente conhecidos, trabalham com os funcionários a tempo inteiro da Comissão, desempenhando uma ampla gama de tarefas, durante um período de cinco meses. Alguns prosseguiram a sua carreira chegando a comissários e deputados do Parlamento Europeu, enquanto outros se tornaram reis ou ainda jornalistas. A Comissão organiza hoje uma conferência em Bruxelas para marcar o 50.º aniversário do programa de estágios, designado igualmente «le Stage», em francês.

Androulla Vassiliou, Comissária para a Educação, a Cultura, o Multilinguismo e a Juventude, declarou: «Ao longo dos anos, os estagiários têm dado um enorme contributo à Comissão, com o seu dinamismo e conhecimento. Para muitos, esta experiência representou uma fase decisiva para as suas carreiras futuras e transformou-se num vínculo com a União Europeia para toda a vida.»

Em 1960, o primeiro ano do programa, havia três estagiários. Em 1983, este número tinha aumentado para 500 e, presentemente, atingiu os 1200. No decurso dos cinquenta anos de existência do programa, o número mais elevado de estagiários (quase 4 500) provém de Itália, cabendo a Malta o contributo menos significativo (50, aproximadamente). Cerca de 3 500 estagiários vieram de países não membros da UE. Nos últimos dez anos, o número de participantes do sexo feminino ultrapassou os do sexo masculino, 70% contra 30%, respectivamente. Em 2009, a média de idades dos estagiários era de 26 anos, o número médio de línguas que sabiam falar ultrapassava as quarto e o número médio de licenciaturas, por estagiário, era de quase duas.

Dez antigos estagiários da Comissão

Entre os antigos estagiários da Comissão, contam-se nomeadamente:

Dacian Ciolos, Comissário para Agricultura e o Desenvolvimento Rural

Príncipe Felipe da Espanha, o herdeiro ao trono espanhol

Michael Froman, vice-conselheiro do Presidente dos EUA, Barack Obama, e vice-conselheiro de segurança nacional para os assuntos económicos internacionais

Silvana Koch-Mehrin, Vice-Presidente do Parlamento Europeu e presidente do Partido Democrata Liberal alemão (FDP) no Parlamento Europeu

Manuel Marín, antigo vice-presidente da Comissão

Rei Mohammed VI de Marrocos

Mario Monti, ex-Comissário europeu responsável pelo Mercado Interno e pela Concorrência

Christine Ockrent, jornalista belga, anterior chefe de redacção do periódico «l'Express», locutora de televisão nos canais France 2 e France 3

Odile Quintin, ex-directora-geral da Educação e Cultura na Comissão Europeia

Viviane Reding, Vice-Presidente da Comissão Europeia, com a tutela da Justiça, Direitos Fundamentais e Cidadania

Para assinalar o 50.º aniversário, a Comissão está a organizar uma conferência em Bruxelas (edifício Charlemagne) centrada no passado, no presente e nos futuros desenvolvimentos do programa de estágios. Estagiários de gerações e nacionalidades diferentes contarão as suas histórias e representantes dos serviços da Comissão, em especial do Serviço de Recursos Humanos, farão apresentações. O Serviço de Estágios exibirá um vídeo sobre as vantagens sociais, culturais e profissionais do estágio.

Como tornar-se estagiário da Comissão?

O programa de estágios está aberto a licenciados de todo o mundo. Cerca de 90% dos participantes vêm dos Estados-Membros da UE. A concorrência é feroz, registando-se mais de 14 000 candidaturas anualmente para 1 200 lugares a conquistar. Há dois períodos de estágio de cinco meses por ano, que têm início em 1 de Março e 1 de Outubro, respectivamente. As candidaturas devem ser apresentadas sete meses antes do início do período de estágio através do sítio Web do Serviço de Estágios. Os estagiários recrutados recebem uma bolsa mensal de 1 067 euros e têm direito a reembolso das suas despesas de viagem. O Serviço de Estágios organiza igualmente um programa especial destinado a atrair candidatos Roma (10 estagiários por ano) e intérpretes da China (10 por ano).

O Serviço de Estágios gere o programa, dispondo, para o efeito, de uma verba anual de sete milhões de euros (2009).

O programa de estágios da Comissão enquadra-se na Direcção-Geral da Educação e da Cultura. A Comissão está a planear a criação de uma comunidade de antigos estagiários, «embaixadores de boa vontade», para divulgar e promover as ideias e os valores europeus.

Informações adicionais:

Serviço de Estágios da Comissão Europeia: http://ec.europa.eu/stages/

Testemunhos de antigos estagiários (1960-2010):

http://www.traineeship-anniversary.eu/en/testimonials

Sítio Web da conferência: http://www.traineeship-anniversary.eu/.


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website