Navigation path

Left navigation

Additional tools

Manifesto em prol da criatividade e inovação na Europa

European Commission - IP/09/1702   12/11/2009

Other available languages: EN FR DE DA ES NL IT SV FI EL CS ET HU LT LV MT PL SK SL BG RO

IP/09/ 1702

Bruxelas, 12 de Novembro de 2009

Manifesto em prol da criatividade e inovação na Europa

Elemento fundamental resultante do Ano Europeu da Criatividade e da Inovação 2009, o «manifesto em prol da criatividade e inovação na Europa» é fruto do trabalho colectivo dos Embaixadores do Ano Europeu, a saber, personalidades europeias de reputado mérito das áreas da cultura, ciência, economia, educação e design. Com os seus «sete mandamentos», o manifesto contribuirá para definir a estratégia comunitária de promoção da criatividade e inovação ao longo da próxima década. Numa cerimónia que terá lugar hoje, ao meio dia, na sala de imprensa da Comissão, os embaixadores apresentarão o seu manifesto ao Presidente da Comissão, Durão Barroso.

«Independentemente da sua área de conhecimento, os criadores e inovadores partilham uma visão do futuro e de como este pode ser melhor do que o passado», afirmou o Presidente Durão Barroso . «Mais do que nunca, numa altura em que queremos guiar os esforços mundiais para sair da crise e dar resposta às alterações climáticas, a Europa precisa dessa visão. Por isso, quero manifestar o meu profundo agradecimento aos Embaixadores pelo manifesto em prol da criatividade e inovação na Europa e assegurar-lhes que a sua visão será incorporada na nova estratégia da Comissão para a UE até 2020.»

Como pode a Europa manter-se na vanguarda do mundo do século XXI, marcado pela concorrência aguerrida e assente no conhecimento? Como se pode tirar mais partido do potencial criativo e inovador da Europa quer na educação, investigação e cultura, quer no design, no mundo empresarial e no local de trabalho? Como pode a política pública ao nível europeu e nacional incentivar a criatividade e a inovação nestes domínios?

Estas questões mereceram uma profunda reflexão por parte de prestigiadas personalidades europeias na sua qualidade de Embaixadores do Ano Europeu da Criatividade e Inovação 2009. O manifesto em prol da criatividade e inovação na Europa é o resultado deste trabalho de colaboração. Assente em 7 prioridades e 7 linhas de acção, o manifesto, que incita fortemente à mudança, ajudará a configurar a visão europeia do papel da criatividade e inovação e enriquecerá a estratégia da União para 2010-2020.

Os seguintes embaixadores confirmaram a sua presença na cerimónia de apresentação do manifesto:

  • Jean-Philippe Courtois (FR), Presidente da Microsoft International

  • Jordi Savall (ES), músico e professor catedrático

  • Christine van Broeckhoven (BE), professora catedrática, neurocientista molecular

  • Damini Kumar (IE), designer e inventora

  • Blanka Říhová (CZ), professora catedrática, microbióloga

  • Leonel Moura (PT), artista conceptual

  • Dominique Langevin (FR), professora catedrática, física

  • Edward de Bono (MT), autor e conferencista internacional sobre criatividade e pensamento lateral

  • Ernő Rubik (HU), professor catedrático, arquitecto, designer

Os embaixadores apresentarão o seu manifesto ao Presidente da Comissão, Durão Barroso, ao meio dia de hoje, no decurso de uma conferência que terá lugar na sala de imprensa do edifício Berlaymont. Após a conferência de imprensa, os jornalistas terão oportunidade de realizar entrevistas individuais com o comissário europeu responsável pelo pelouro da educação, formação, cultura e juventude Maroš Šefčovič , bem como com os Embaixadores do Ano Europeu.

O Ano Europeu da Criatividade e da Inovação 2009 tem por objectivo promover abordagens criativas e inovadoras em diferentes sectores da actividade humana e preparar melhor a União Europeia para os desafios do mundo globalizado.

Sítio oficial do Ano Europeu da Criatividade e da Inovação na Internet:

http://www.create2009.europa.eu

ANNEX

Ambassador profiles:

  • Jean-Philippe Courtois (FR)

One of the leading Europeans in the global technology industry. With over 25 years of industry experience, as president of Microsoft he leads now the company's international strategy and operations in over 200 countries around the world. Within Microsoft, he has championed the company-wide response on how to use software and services to achieve Europe’s Jobs and Growth Agenda.

  • Jordi Savall (ES)

Concert performer, teacher, researcher and creator of new projects, both musical and cultural. He is one of the principal architects of the current re-evaluation of historical music. For more than thirty years he has been devoted to the rediscovery of neglected musical treasures. He has brought recognition to the viola da gamba and to music from here and elsewhere that had fallen into oblivion.

  • Christine van Broeckhoven (BE)

Professor, molecular neuroscientist, a specialist in neurodegenerative brain diseases. Director of the Department of Molecular Genetics, University of Antwerpen. She is the holder of several awards, among them the L'Oréal-UNESCO Award for Women in Science.

  • Leonel Moura (PT)

Artist interested in both human and artificial creativity. He made several painting robots able to create their own art. One of these robots called RAP (Robotic Action Painter) is in permanent display at the American Museum of Natural History in New York. He is the first in the world to build a Robotarium, which is a zoo for autonomous robots.

  • Damini Kumar (IE)

Designer, winner of the Young British Female of the Year Award (2001). She works with Women Into Science and Engineering to encourage girls into engineering and science. She gained a degree in mechanical engineering from Imperial College of London and an MSc Masters in Engineering Product Design from London's South Bank University.

  • Blanka Říhová (CZ)

Microbiologist, deputy director and head of Division Immunology and Genetic Biology at the Institute of Microbiology, Academy of Sciences of the Czech Republic. She has obtained her scientific degrees at the Charles University in Prague and at the Czechoslovak Academy of Sciences.

  • Ernő Rubik (HU)

Inventor, sculptor and professor of architecture. He is best known for the invention of mechanical puzzles including Rubik's cube, Toy of the Year in 1980-1982 in several countries. He obtained his degree at the Budapest University of Technology, and the Hungarian University of Applied Arts (today: Moholy-Nagy University of Art and Design).

  • Dominique Langevin (FR)

Physical chemist, director of research at the Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS) a specialist in foams and emulsions. Winner for Europe of the highly prestigious L’Oréal-UNESCO Award for Women in Science (2005). She obtained her degree in physics at the École Normale Supérieure, Sèvres.

  • Edward de Bono (MT)

Professor of psychology, and founder of the World Centre for New Thinking in Malta. He is the originator of lateral thinking which treats creativity as the behaviour of information in a self-organising information system - such as the neural networks in the brain. He graduated in Oxford from psychology and obtained a D. Phil. in medical research.


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website