Navigation path

Left navigation

Additional tools

Tornar a Internet mais segura para as crianças: a Europa apela a uma acção empenhada no âmbito do “Dia da Internet mais segura” 2007

European Commission - IP/07/140   06/02/2007

Other available languages: EN FR DE NL SL BG

IP/07/140

Bruxelas, 6 de Fevereiro de 2007

Tornar a Internet mais segura para as crianças: a Europa apela a uma acção empenhada no âmbito do “Dia da Internet mais segura” 2007

100 organizações celebram hoje, em mais de 40 países de todo mundo, o “Dia da Internet mais segura”. Na União Europeia, realizam-se conferências e campanhas, nos 27 Estados-Membros, que divulgam as actividades em curso dos sectores privado e público para tornar a Internet mais segura, que vão das tecnologias de filtragem a programas de formação no domínio dos media. O objectivo é sensibilizar as pessoas – em especial pais e professores, nas escolas – para as melhores medidas de protecção de menores num ambiente em linha de crescente importância para a nossa vida diária. O “Dia da Internet mais segura” é organizado com o patrocínio da Comissária Viviane Reding, responsável pelo pelouro “Sociedade da informação e media”.

A Internet oferece enormes oportunidades a todos, mas muitas pessoas ainda não se deram conta da sua face mais negra, que vai da pornografia infantil ao aliciamento sexual em linha por pedófilos”, afirmou a Comissária Reding. “Lanço hoje um apelo a todos os responsáveis nos sectores privado e público para que contribuam para uma Internet mais segura também para as pessoas mais vulneráveis na nossa sociedade. Na actual era digital, saber como evitar as armadilhas em linha constitui uma competência valiosa para toda a vida, que todos os jovens devem adquirir. Para tal, temos de difundir a mensagem sobre uma utilização mais segura da Internet entre professores e pais, bem como entre as próprias crianças”.

Para assinalar o “Dia da Internet mais segura”, que se realiza pela quarta vez, a Comissão publica hoje os resultados de uma avaliação de trinta produtos de software e serviços de filtragem, que indicam que o mercado dispõe de boas ferramentas de filtragem da pornografia nas línguas mais utilizadas. No entanto, é necessário fazer progressos no que respeita a outros tipos de conteúdos nocivos. Por exemplo, a avaliação mostra que, para conteúdos menos óbvios mas igualmente nocivos apresentados numa língua que não o inglês, as ferramentas actualmente disponíveis são, todas elas, inadequadas. Os produtos testados falham, sem excepção, em mais de um quarto dos casos.

Dos eventos organizados este ano na UE a nível nacional, no âmbito desta iniciativa, fazem parte os seguintes:

§ Na Alemanha, os visitantes são interrogados sobre os conhecimentos que têm de segurança na Internet e vários clips vídeo são emitidos por mais de 10 canais de televisão e apresentados em mais de 250 salas de cinema;

§ Nos Países Baixos, a Princesa Máxima é convidada especial num evento que inclui teatro, música e histórias;

§ Em Portugal, é lançado, nas escolas, um concurso nacional sobre uma utilização mais segura da Internet e realizam-se sessões de sensibilização à escala nacional nas escolas;

§ No Luxemburgo, decorre, durante uma semana, no centro comercial Belle Étoile, uma exposição sobre uma utilização mais segura da Internet;

§ Na Bulgária, são apresentados os resultados de um concurso para estudantes, à escala nacional, sobre uma Internet mais segura, que conta com a participação de cerca de 1000 crianças;

§ Na Eslovénia, grupos de jovens divulgam projectos artísticos e a televisão nacional eslovena transmite clips sobre a segurança na Internet;

§ No Reino Unido, a conferência 'Crossing Borders and Dissolving Boundaries' (Cruzar as fronteiras e eliminar as barreiras) debate os riscos e as oportunidades associados à tecnologia e à constituição de redes de contactos sociais por crianças e jovens.

Um evento emblemático organizado à escala mundial para assinalar o “Dia da Internet mais segura” é a publicação dos resultados de um concurso destinado à criação de material de sensibilização para a segurança na Internet, no âmbito de uma “blogatona” mundial. O concurso contou com a participação de mais de 200 escolas de 29 países que se associaram para criar material sobre segurança durante os últimos três meses. Os trabalhos apresentados a concurso incidem numa das seguintes três áreas: privacidade em linha, “netiqueta” e o poder da imagem.

O calendário completo dos eventos pode ser consultado em http://www.saferinternet.org.

O “Dia da Internet mais segura” é um evento anual (ver IP/06/126, IP/05/148, IP/04/171) organizado pela INSAFE, rede europeia para a segurança na Internet, e co-financiado pelo programa “Para uma Internet mais segura” da Comissão (ver IP/06/1512 e MEMO/07/44).

Informações complementares:

http://europa.eu.int/saferinternet

“Blogatona” e acções nacionais de sensibilização: http://www.saferinternet.org

Avaliação dos serviços de filtragem de conteúdos: http://www.sip-bench.eu/

Pacote informativo para a imprensa sobre a Internet mais segura: http://ec.europa.eu/information_society/newsroom/cf/itemlongdetail.cfm?item_id=3153


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website