Navigation path

Left navigation

Additional tools

Nova presidência para o Comité Económico e Social Europeu: Henri Malosse quer os cidadãos no centro do debate público

European Economic and Social Committee - CES/13/31   18/04/2013

Other available languages: EN FR DE DA ES NL IT SV FI EL CS ET HU LT LV MT PL SK SL BG RO

CES/13/31

18 de abril de 2013

Nova presidência para o Comité Económico e Social Europeu: Henri Malosse quer os cidadãos no centro do debate público

Henri Malosse passa a presidir à instituição europeia que representa a sociedade civil, por um mandato de dois anos e meio. Face à incompreensão crescente dos cidadãos em relação às decisões tomadas pela União Europeia, o novo presidente pretende repor a importância do CESE no debate europeu. Trata-se de uma prioridade, em seu entender, para fazer face à crise que a Europa atravessa atualmente.

Ao assumir funções como 30.º presidente do CESE, Henri Malosse está bem ciente da distância, evidenciada pelas recentes crises grega e cipriota, que separa a Europa dos europeus. Convicto de que uma solução para este problema consiste num reequilíbrio das forças presentes em Bruxelas, deseja que a segunda assembleia da União Europeia reflita com mais firmeza as expectativas reais dos cidadãos – incluindo a criação de postos de trabalho na Europa, a inserção dos jovens, a proteção da poupança e o acesso a cuidados de saúde.

«O Comité tem por missão, em nome dos vários interesses que compõem a nossa sociedade, inquirir as demais instituições sobre a sua estratégia e pedir-lhes contas. Só assim é que os cidadãos poderão tornar a confiar em nós.» Henri Malosse, presidente do CESE

Para o efeito, o CESE pretende reforçar as suas capacidades de antecipação, promover uma maior abertura dos trabalhos da instituição e avaliar as políticas europeias.

Membro francês do Comité desde 1995 e presidente do Grupo dos Empregadores desde 2006, Henri Malosse é autor de mais de cinquenta relatórios, incluindo uma análise extremamente crítica da Diretiva Bolkestein. Pragmático e empenhado, participou ativamente nas políticas europeias em prol das PME. Será coadjuvado por Jane Morrice, antiga vice-presidente da Assembleia da Irlanda do Norte e membro do CESE desde 2006, e por Hans-Joachim Wilms, delegado dos Assuntos Europeus do Sindicato IG BA (Construção, Agricultura, Ambiente) e membro alemão do CESE desde 1994, na qualidade de vice-presidentes.

Para mais informações, contactar:

Unidade de Imprensa do CESE

Correio eletrónico: press@eesc.europa.eu

Tel : +32 2 546 8207

______________________________________________________________________________

O presidente do CESE é eleito por um mandato de dois anos e meio, numa base rotativa entre os membros dos três grupos que compõem a Assembleia. Representa o Comité nas suas relações externas, nomeadamente nas suas relações com as demais instituições europeias, e é responsável por garantir a realização das missões confiadas ao CESE.

O Comité Económico e Social Europeu assegura a representação dos diversos setores da vida económica e social da sociedade civil organizada. É um órgão institucional consultivo, instituído pelo Tratado de Roma em 1957. A sua função consultiva permite aos seus membros e, portanto, às organizações que representam, participar no processo de decisão da União Europeia. É composto por 344 membros de toda a Europa, que são nomeados pelo Conselho.

_______________________________________________________________________________


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website