Navigation path

Left navigation

Additional tools

BEI aumenta o financiamento para o crescimento e o emprego na Europa

European Investment Bank - BEI/13/25   28/02/2013

Other available languages: EN FR DE DA ES NL IT SV FI EL CS ET HU LT LV MT PL SK SL BG RO TR

BEI/13/25

28 de fevereiro de 2013

BEI aumenta o financiamento para o crescimento e o emprego na Europa

28 de fevereiro de 2013 - O Banco Europeu de Investimento (BEI) dá uma resposta excecional à situação extraordinária que se verifica na União Europeia no contexto da atual crise económica e financeira. O Grupo BEI aumentará significativamente as suas atividades de financiamento durante o período de 2013 a 2015 para apoiar a retoma do crescimento na Europa. Ao longo do presente triénio, o Banco da UE concederá um montante adicional de 60 000 milhões de EUR em empréstimos para promover o crescimento sustentável e o emprego, elevando o volume anual de financiamento para 65-70 mil milhões de EUR. Esta resposta segue-se à decisão tomada pelos Estados‑Membros em 2012 de aumentar o capital realizado do BEI em 10 000 milhões de EUR. Para Werner Hoyer, Presidente do Banco, «o BEI cumpriu no ano transato o objetivo de mudar fundamentalmente a sua estratégia de um rumo cíclico programado para um rumo contracíclico. Estamos agora preparados para incrementar as nossas atividades de concessão de empréstimos em 40 % ao ano entre 2013 e 2015, fazendo um esforço extraordinário nestes tempos excecionais para a Europa. O Banco da UE contribuirá de forma significativa e tangível para superar a presente crise». Espera-se que o financiamento adicional do BEI sirva para lançar projetos no montante de 180 000 milhões de EUR, nomeadamente investimentos privados e públicos centrados na inovação, no acesso das PME ao financiamento, na utilização eficiente dos recursos e em infraestruturas estratégicas. «O investimento na inovação e nas competências é fundamental para aumentar a produtividade da Europa e contribuirá para assegurar a competitividade e o emprego no futuro», afirmou o Presidente Hoyer.

Durante o ano de 2012, o BEI assinou novos empréstimos no valor de 52 200 milhões de EUR em mais de 60 países. Foram concedidos 44 800 milhões de EUR a projetos no território da União Europeia e 7 400 milhões de EUR no exterior. Em resposta às graves dificuldades económicas enfrentadas por alguns países da UE, o BEI prestou um apoio específico aos principais motores do crescimento e do emprego, em particular às PME. O apoio às pequenas e médias empresas atingiu 13 000 milhões de EUR. Mais de 200 000 PME receberam apoio direto ou indireto através da atividade do Grupo BEI em 2012. O Fundo Europeu de Investimento (FEI), o braço do Grupo BEI especializado na concessão de financiamento de risco em benefício das PME, alcançou um volume recorde de compromissos de tomada de participação de 1 400 milhões de EUR, que mobilizaram mais de 7 000 milhões de EUR de outros investidores. Segundo o Presidente Hoyer, «Em 2013, o Grupo BEI empenhar-se-á em apoiar ainda mais as PME na Europa e em ampliar o espetro dos seus produtos e canais de distribuição».

O Banco prestou também um apoio específico aos países e regiões confrontados com limitações de acesso aos mercados de capitais, alavancando os recursos existentes, como sejam os Fundos Estruturais, e reforçando em simultâneo a sua atividade de aconselhamento. «As capacidades de conjugação de financiamentos e de prestação de aconselhamento permitiram-nos permanecer ativos em países onde outros investidores haviam já abandonado os mercados ou estão a reduzir substancialmente a sua atividade», afirmou o Presidente Hoyer, sublinhando que «O BEI é o banco de todos os 27 – em breve 28 – Estados-Membros da UE».

Os empréstimos no exterior da UE constituem a base de atuação do BEI que, através de investimentos de longo prazo, apoia as prioridades da política externa da União em estreita cooperação com o Serviço Europeu para a Ação Externa, (SEAE) a Comissão e outras instituições financeiras. O BEI privilegia o desenvolvimento do setor privado local e da infraestrutura social e económica, a atenuação das alterações climáticas e o apoio ao investimento direto estrangeiro. O Presidente Hoyer salientou que “Através da sua vasta rede de clientes empresariais na Europa, o BEI apoia de forma efetiva a internacionalização da economia europeia, com o intuito de promover a produtividade, o crescimento e o emprego. Graças aos conhecimentos profundos que possui nos mais diversos domínios, o BEI proporciona benefícios substanciais não só aos países parceiros como à própria União».

O BEI manteve uma excelente notação de crédito ao longo de 2012, beneficiando especialmente de uma política prudente de concessão de empréstimos e de uma gestão sólida do risco. O total dos ativos no final do ano de 2012 ascendia a 508 000 milhões de EUR, fazendo do BEI o maior financiador multilateral do mundo. O rácio de adequação dos fundos próprios do BEI permaneceu robusto nos 23,1 %. Apesar da volatilidade dos mercados, o Banco captou 71 300 milhões de EUR nos mercados de capitais internacionais, incluindo algum pré-financiamento para o corrente exercício. Nas palavras do Presente Hoyer, «O Banco continuará a prestar a maior atenção à solidez do seu balanço. A qualidade da nossa carteira de empréstimos e uma gestão de risco conservadora são essenciais para o banco e para os respetivos investidores».

Nota ao editor:

O Grupo Banco Europeu de Investimento é constituído pelo Banco Europeu de Investimento (BEI) e pelo Fundo Europeu de Investimento (FEI). O BEI é a instituição de financiamento a longo prazo da União Europeia, cujo capital é detido pelos Estados‑Membros. Concede financiamentos a longo prazo para investimentos viáveis que contribuam para a concretização dos objetivos políticos da UE. O FEI é o especialista do Grupo na concessão de financiamento de risco em benefício das pequenas e médias empresas de toda a Europa. Tem por acionistas o BEI, a Comissão Europeia e um amplo conjunto de instituições financeiras públicas e privadas. Em 2012, o FEI assumiu um volume recorde de compromissos de tomada de participação de 1 400 milhões de EUR, que mobilizaram mais de 7 000 milhões de EUR de outros investidores; atribuiu também 1 200 milhões de EUR a garantias e operações de titularização, estimulando a constituição de novas carteiras de empréstimos às PME no montante de 5 200 milhões de EUR.

A apresentação do Presidente em PowerPoint está disponível em www.eib.org/press

Contactos com a imprensa:

Rainer Schlitt: e-mail: r.schlitt@eib.org; telem.: (+352) 621 36 25 09;

Sabine Parisse: e-mail: s.parisse@eib.org; telem.: (+352) 621 45 91 59;

Christof Roche: e-mail: c.roche@eib.org; telem.: (+0032) 47 96 505 88

Secretariado do Gabinete de Imprensa: e-mail: press@eib.org; tel.: (+352) 43 79 – 21000; fax: (+352) 43 79 – 61000

Questões gerais:

Infodesk do BEI

E-mail: info@eib.org; tel.: (+352) 43 79 – 22000; fax: (+352) 43 79 – 62000


Side Bar

My account

Manage your searches and email notifications


Help us improve our website