RSS
Índice remissivo
Esta página está disponível em 15 idiomas
Novos idiomas disponíveis:  CS - HU - PL - RO

We are migrating the content of this website during the first semester of 2014 into the new EUR-Lex web-portal. We apologise if some content is out of date before the migration. We will publish all updates and corrections in the new version of the portal.

Do you have any questions? Contact us.


Fundo de Coesão (2007-2013)

O presente regulamento institui o Fundo de Coesão, que contribui para o financiamento das intervenções no domínio do ambiente e das redes transeuropeias de transportes nos dez novos Estados Membros, bem como em Espanha, na Grécia e em Portugal. Este fundo inscreve-se no objectivo «Convergência» da política de coesão reformada para o período de 2007-2013.

ACTO

Regulamento (CE) n.º 1084/2006 do Conselho, de 11 de Julho de 2006 , que institui o Fundo de Coesão e que revoga o Regulamento (CE) n.º 1164/94 [Jornal Oficial L 210 de 31.7.2006].

SÍNTESE

Para o período de 2007 - 2013, as disposições gerais sobre o Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, o Fundo Social Europeu e o Fundo de Coesão prevêem que o Fundo de Coesão apoie acções no âmbito do objectivo «Convergência». Este objectivo destina-se a acelerar a convergência das regiões e dos Estados-Membros menos desenvolvidos através da melhoria das condições de crescimento e de emprego.

O limite máximo da participação do Fundo de Coesão nas despesas públicas co-financiadas nos Estados-Membros está fixado em 85 %.

Missão

O Fundo de Coesão tem por finalidade reforçar a coesão económica e social da União Europeia (UE) numa perspectiva de promoção do desenvolvimento sustentável.

Domínios de intervenção

Os domínios de intervenção do Fundo de Coesão são:

Condicionalidade

A assistência financeira do Fundo é condicional na medida em que o Conselho pode:

  • Decidir que há um défice público excessivo num Estado-Membro beneficiário.
  • Verificar que o Estado-Membro em questão não tomou qualquer medida eficaz na sequência de uma recomendação do Conselho, podendo então decidir suspender, total ou parcialmente, as autorizações do Fundo para o referido Estado-Membro.

Elegibilidade das despesas

Se bem que a elegibilidade das despesas deva ser estabelecida a nível nacional, o presente regulamento precisa que não são elegíveis para beneficiar do Fundo de Coesão:

  • O imposto sobre o valor acrescentado (IVA) recuperável.
  • Os juros devedores.
  • A aquisição de terrenos num montante superior a 10 % das despesas totais elegíveis.
  • A habitação.
  • A desactivação de centrais nucleares.

Contexto

As outras disposições relativas à política de coesão para o período de 2007-2013 encontram-se em quatro regulamentos relativos:

  • Às disposições gerais sobre o Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, o Fundo Social Europeu e o Fundo de Coesão.
  • Ao Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).
  • Ao Fundo Social Europeu.
  • Aos Agrupamentos Europeus de Cooperação Transfronteiriça (AECT).

A política de coesão para o período de 2007-2013 baseia-se no Acordo Interinstitucional e no Quadro Financeiro para 2007-2013.

O presente regulamento é aplicável a partir de 1 de Agosto de 2006. O Regulamento (CE) n.º 1164/94 é revogado com efeitos na mesma data. O presente regulamento deve ser reexaminado, o mais tardar, em 31 de Dezembro de 2013.

REFERÊNCIAS

Acto Entrada em vigor Prazo de transposição nos Estados-Membros Jornal Oficial
Regulamento(CE) n.° 1084/2006 1.8.2006 - JO L 210 de 31.7.2006

ACTOS RELACIONADOS

REGIÕES ELEGÍVEIS

Decisão 2007/188/CE da Comissão, de 26 de Março de 2007, que altera a Decisão 2006/596/CE que estabelece a lista dos Estados-Membros elegíveis para financiamento pelo Fundo de Coesão no período de 2007-2013, no que diz respeito à Bulgária e à Roménia [Jornal Oficial L 87 de 28.3.2007].

Decisão 2006/596/CE da Comissão, de 4 de Agosto de 2006, que estabelece a lista dos Estados-Membros elegíveis para financiamento pelo Fundo de Coesão no período de 2007-2013 [Jornal Oficial L 243 de 6.9.2006].

Decisão 2006/595/CE da Comissão, de 4 de Agosto de 2006, que estabelece a lista das regiões elegíveis para financiamento pelo Fundos Estruturais no âmbito do objectivo «Convergência», no período de 2007-2013 [Jornal Oficial L 243 de 6.9.2006].

REPARTIÇÃO INDICATIVA POR ESTADO-MEMBRO

Decisão 2006/594/CE da Comissão, de 4 de Agosto de 2006, que estabelece uma afectação indicativa, por Estado-Membro, das dotações de autorização a título do Objectivo da Convergência para o período de 2007-2013 [Jornal Oficial L 243 de 6.9.2006].

ORIENTAÇÕES ESTRATÉGICAS COMUNITÁRIAS

Decisão 2006/702/CE do Conselho, de 6 de Outubro de 2006 , relativa às orientações estratégicas comunitárias em matéria de coesão [Jornal Oficial L 291 de 21.10.2006].

O projecto de orientações estratégicas comunitárias para a coesão, o crescimento e o emprego foi adoptado pelo Conselho em 6 de Outubro de 2006. Estas orientações constituem o enquadramento indicativo para a instauração da política de coesão e a intervenção dos Fundos estruturais no período de 2007-2013.

Comunicação da Comissão, de 5 de Julho de 2005 - Uma política de coesão para apoiar o crescimento e o emprego - Orientações estratégicas comunitárias, 2007-2013 [COM(2005) 299 - Não publicada no Jornal Oficial].

RELATÓRIOS ANUAIS DE ACTIVIDADE

Relatório anual sobre o Fundo de Coesão (2006) [COM(2007) 678 final - Não publicado no Jornal Oficial].

Relatório anual sobre o Fundo de Coesão (2005) [COM(2006) 635 final - Não publicado no Jornal Oficial].

Relatório anual sobre o Fundo de Coesão (2004) [COM(2005) 544 final - Não publicado no Jornal Oficial].

Relatório anual do Fundo de Coesão (2003) [COM(2004) 766 final - Não publicado no Jornal Oficial].

Relatório anual do Fundo de Coesão (2002) [COM(2003) 697 final - Não publicado no Jornal Oficial].

Última modificação: 09.01.2008
Advertência jurídica | Sobre este sítio | Pesquisa | Contacto | Topo da página