RSS
Índice remissivo
Esta página está disponível em 15 idiomas
Novos idiomas disponíveis:  CS - HU - PL - RO

We are migrating the content of this website during the first semester of 2014 into the new EUR-Lex web-portal. We apologise if some content is out of date before the migration. We will publish all updates and corrections in the new version of the portal.

Do you have any questions? Contact us.


Fundo Comunitário do Tabaco: programas de informação

No intuito de apoiar a luta contra o tabagismo, a União Europeia (UE) financia a formação dos produtores e a realização de acções de reconversão.

ACTO

Regulamento (CE) n.° 2182/2002 da Comissão, de 6 de Dezembro de 2002, que estabelece normas de execução do Regulamento (CEE) n.° 2075/92 do Conselho no respeitante ao Fundo Comunitário do Tabaco [Ver actos modificativos].

SÍNTESE

O Fundo Comunitário do Tabaco foi instituído em 1992 pelo regulamento que estabelece a organização comum de mercado no sector do tabaco em rama. Financia acções com os seguintes objectivos:

  • Melhorar os conhecimentos sobre os efeitos nocivos do tabaco e as medidas preventivas e curativas adequadas.
  • Orientar a produção comunitária para outras culturas ou actividades económicas geradoras de emprego.

Programas de informação

O Fundo financia programas de informação que visam melhorar os conhecimentos do público sobre os efeitos nocivos do consumo de tabaco. Esses programas incluem projectos sobre a consciencialização do público para os efeitos nocivos do tabagismo, a prevenção e cessação do tabagismo, e a divulgação dos resultados alcançados através destas acções. Qualquer pessoa singular ou colectiva que apresente um projecto numa destas áreas tem de aceitar as condições estabelecidas no regulamento, incluindo o compromisso de contribuir para o financiamento do projecto com recursos próprios em, pelo menos, 25 % do total.

No que se refere aos programas de informação, a gestão do fundo é assegurada pela Comissão, assistida por um Comité Científico e Técnico.

Compete aos peritos independentes que avaliam os projectos apresentados verificar o cumprimento de um determinado número de condições. Os projectos devem, nomeadamente, prever uma parceria entre pessoas singulares ou colectivas estabelecidas em vários Estados-Membros e conceder uma atenção especial aos ajustamentos culturais e linguísticos específicos dos Estados-Membros.

Uma vez decidido o financiamento do projecto, é celebrado um contrato que regula a relação entre a Comissão e a pessoa que apresentou o projecto seleccionado. O regulamento enuncia detalhadamente os diversos elementos a considerar no contrato.

Acções de reconversão

O Fundo tem financiado:

  • acções específicas que visam incentivar a diversificação das actividades nas explorações que produzem tabaco, através da formação dos produtores e da criação de estruturas de comercialização de produtos de qualidade diversos do tabaco;
  • acções de interesse geral, incluindo estudos sobre as oportunidades de reconversão a favor de outras culturas ou actividades, operações de orientação dos produtores que decidam abandonar a produção de tabaco e experiências inovadoras com carácter demonstrativo.

As últimas acções de reconversão que beneficiaram deste tipo de financiamento foram apresentadas em 2006.

REFERÊNCIAS

ActoEntrada em vigorPrazo de transposição nos Estados-MembrosJornal Oficial

Regulamento (CE) n.° 2182/2002

10.12.2002

-

JO L 331 de 7.12.2002

Acto(s) modificativo(s)Entrada em vigorPrazo de transposição nos Estados-MembrosJornal Oficial

Regulamento (CE) n.° 480/2004

19.3.2004

-

JO L 78 de 16.3.2004

Regulamento (CE) n.° 1881/2005

25.11.2005

-

JO L 301 de 18.11.2005

As modificações e correcções sucessivas do Regulamento n.° 2182/2002 foram integradas no texto de base. Esta versão consolidada  apenas tem um valor documental.

ACTOS RELACIONADOS

Directiva 2001/37/CE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 5 de Junho de 2001, relativa à aproximação das disposições legislativas, regulamentares e administrativas dos Estados-Membros no que respeita ao fabrico, à apresentação e à venda de produtos do tabaco [Jornal Oficial L 194 de 18.7.2001].
No intuito de assegurar um nível elevado de saúde pública, esta directiva contém disposições relativas aos teores de alcatrão nos cigarros, aos tabacos destinados a uso oral e à rotulagem dos produtos do tabaco.

Decisão 2003/641/CE da Comissão, de 5 de Setembro de 2003, relativa à utilização de fotografias a cor ou de outras ilustrações como advertências relativas à saúde nas embalagens de tabaco [Jornal Oficial L 226 de 10.9.2003].
Esta decisão destina-se a fixar normas relativas à utilização de fotografias a cor ou outras ilustrações nas embalagens de tabaco, que mostrem as consequências do tabagismo na saúde. Surge na sequência da Directiva 2001/37/CE sobre os produtos do tabaco, que já impõe o aumento da dimensão das advertências relativas à saúde nas embalagens. Todavia, a utilização de imagens chocantes, além das mensagens de advertência, não é obrigatória.

Última modificação: 28.10.2007
Advertência jurídica | Sobre este sítio | Pesquisa | Contacto | Topo da página