RSS
Índice remissivo
Esta página está disponível em 11 idiomas

We are migrating the content of this website during the first semester of 2014 into the new EUR-Lex web-portal. We apologise if some content is out of date before the migration. We will publish all updates and corrections in the new version of the portal.

Do you have any questions? Contact us.


O Tribunal de Contas, o Comité Económico e Social, o Comité das Regiões

O TRIBUNAL DE CONTAS

O Tribunal de Contas verá reforçado o seu papel enquanto instituição comunitária, através:

  • de uma menção no artigo 5º (antigo artigo E) do Tratado da União Europeia;
  • da possibilidade de recorrer ao Tribunal de Justiça para defender as suas prerrogativas, tal como previsto no artigo 230º (antigo artigo 173º) do Tratado que institui a Comunidade Europeia.

Os seus poderes de controlo e de investigação foram alargados de modo a que possa lutar mais eficazmente contra a fraude lesiva do orçamento comunitário. O Tribunal deve assinalar ao Parlamento Europeu e ao Conselho qualquer irregularidade detectada nas receitas e nas despesas comunitárias. Para tanto, o seu poder de controlo será alargado aos fundos comunitários geridos pelos organismos externos, incluindo o Banco Europeu de Investimento (BEI).

No exercício das suas funções, o Tribunal de Contas pode solicitar a comunicação de documentos ou informações "pelas outras Instituições comunitárias, pelos organismos que efectuem a gestão de receitas ou despesas em nome da Comunidade, pelas pessoas singulares ou colectivas beneficiárias de pagamentos provenientes do orçamento" (nº 3 do artigo 248º).

No que diz respeito ao BEI, o Tribunal de Contas tem acesso às informações necessárias, de modo a controlar as receitas e as despesas comunitárias geridas pelo BEI, nos termos de um acordo concluído entre o Tribunal de Contas, o Banco e a Comissão (este acordo existia já de facto e uma declaração convida as três instituições a mantê-lo).

Além deste consequente alargamento dos poderes de controlo do Tribunal de Contas, o artigo 248º (antigo artigo 188º-C) insiste na boa cooperação entre o Tribunal de Contas e as instituições nacionais de controlo.

Além disso, a declaração de garantia relativa à fiabilidade das contas assim como à legalidade e à regularidade das operações subjacentes deve ser publicada no Jornal Oficial das Comunidades Europeias.

O COMITÉ ECONÓMICO E SOCIAL

O Comité Económico e Social é obrigatoriamente consultado sobre um maior número de assuntos. Os novos domínios do Tratado que institui a Comunidade Europeia, relativamente aos quais é exigida a consulta prévia do Comité Económico e Social, são:

  • directrizes e acções de encorajamento ao emprego (artigos 128º e 129º);
  • legislação em matéria social, decorrente do acordo social(artigos 136º a 143º);
  • aplicação do princípio da igualdade de oportunidades (artigo 141º);
  • saúde pública (artigo 152º).

O Comité Económico e Social pode ainda ser consultado pelo Parlamento Europeu se este o julgar oportuno.

No plano administrativo, o Comité Económico e Social passa a dispor de uma estrutura organizacional autónoma, paralela ao Comité das Regiões. Com efeito, o protocolo anexado ao Tratado que institui a Comunidade Europeia e que trata da organização comum destas duas organizações foi revogado.

O COMITÉ DAS REGIÕES

O Comité das Regiões é obrigatoriamente consultado nos seguintes domínios suplementares:

  • os domínios já referidos para o Comité Económico e Social ;
  • o ambiente (artigo 175º);
  • o Fundo Social (artigo 148º);
  • a formação profissional (artigo 150º);
  • a cooperação transfronteiras (artigo 265º, primeiro parágrafo);
  • os transportes (artigos 71º e 80º).

Além disso, pode ser consultado pelo Parlamento Europeu a propósito de outras matérias.

No plano administrativo, o Comité das Regiões adquire a sua autonomia do mesmo modo que o Comité Económico e Social . Pode também definir o seu regulamento interno sem a aprovação unânime do Conselho, ao contrário do que acontecia anteriormente.

Advertência jurídica | Sobre este sítio | Pesquisa | Contacto | Topo da página