RSS
Índice remissivo
Esta página está disponível em 11 idiomas

We are migrating the content of this website during the first semester of 2014 into the new EUR-Lex web-portal. We apologise if some content is out of date before the migration. We will publish all updates and corrections in the new version of the portal.

Do you have any questions? Contact us.


Programa IDABC (2005-2009)

O programa IDABC ("Interoperable Delivery of Pan-European eGovernment Services to Public Administrations, Business and Citizens") destina-se a prestar serviços pan-europeus de administração online às administrações públicas, às empresas e aos cidadãos. O objectivo é melhorar a eficácia das administrações públicas europeias e a colaboração entre elas.

ACTO

Decisão 2004/387/CE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 21 de Abril de 2004, sobre a prestação interoperável de serviços pan-europeus de administração online (eGovernment) a administrações públicas, empresas e cidadãos (IDABC) [Jornal Oficial L 144 de 30 de Abril de 2004].

SÍNTESE

O IDABC é um programa de governo electrónico estabelecido para o período de 2005-2009.

Sucede ao programa IDA (Intercâmbio Electrónico de Dados entre Administrações), com uma área de acção mais vasta. Abarca os objectivos do programa IDA, mas destina-se igualmente a criar serviços administrativos electrónicos pan-europeus para as empresas e os cidadãos.

O IDABC entra no âmbito das iniciativas eEurope 2005 e i2010. A interoperabilidade * e as normas abertas continuam a ser domínios de acção prioritários, aos quais se acrescentam os novos serviços pan-europeus a criar.

Objectivos

O programa IDABC tem como objectivos apoiar e promover o desenvolvimento de serviços pan-europeus de administração online e das redes telemáticas interoperáveis que os sustentam.

O programa visa também:

  • permitir o intercâmbio de informações entre administrações públicas, bem como entre as referidas administrações e as instituições comunitárias;
  • facilitar a prestação de serviços pan-europeus às empresas e aos cidadãos, tendo em conta as suas necessidades;
  • implementar níveis de interoperabilidade entre os diferentes domínios de actuação, com base, nomeadamente, num quadro de referência de interoperabilidade europeu;
  • promover a difusão das melhores práticas e incentivar o desenvolvimento de soluções telemáticas inovadoras nas administrações públicas.

Projectos de interesse comum e medidas horizontais

O programa IDABC inclui projectos de interesse comum que permitem a aplicação da legislação comunitária e a melhoria da cooperação interinstitucional.

O programa contém igualmente medidas horizontais destinadas a implementar serviços pan-europeus de administração online horizontais e serviços de infra-estruturas, nomeadamente os que favoreçam a interoperabilidade.

Princípios de aplicação

A aplicação de projectos de interesse comum e de medidas horizontais deve obedecer a diversos princípios, entre os quais:

  • assentar numa base jurídica sectorial (no caso dos projectos de interesse comum);
  • prever a participação do maior número possível de Estados-Membros;
  • incluir, se necessário, uma fase preparatória e uma fase de viabilidade, uma fase de desenvolvimento e validação, bem como uma fase de aplicação;
  • ter em conta os outros programas comunitários de forma a evitar redundâncias, nomeadamente no que se refere aos programas de investigação e desenvolvimento tecnológico, aos programas eTen, eContent, e-Inclusion eLearning;
  • ter em consideração o quadro europeu de interoperabilidade fornecido pelo programa IDABC;
  • utilizar, sempre que possível, os serviços pan-europeus de administração online horizontais e os serviços de infra-estruturas (no caso dos projectos de interesse comum);
  • efectuar uma avaliação após a implementação dos projectos e medidas, no prazo de um ano após a conclusão da fase de implementação.

Procedimento de aplicação

Para a aplicação de projectos de interesse comum e medidas horizontais, a Comissão deve elaborar um programa de trabalho de actualização contínua (EN) relativamente a todo o período de vigência da presente decisão.

Participação financeira comunitária

Na aplicação de projectos de interesse comum e medidas horizontais, a Comissão suportará os custos na proporção do respectivo interesse.

Para que um projecto de interesse comum ou uma medida horizontal recebam uma participação financeira da Comunidade, é necessário um plano concreto para o financiamento dos custos operacionais e de manutenção da fase de pós-implementação. Nas fases preparatória e de viabilidade, a participação comunitária pode cobrir o custo total dos estudos necessários.

Nas fases de desenvolvimento, validação e implementação, a Comunidade suportará o custo das tarefas que lhe foram atribuídas no plano global de aplicação do projecto de interesse comum ou da medida horizontal em questão.

Cooperação internacional

O programa IDABC pode ser acessível, no âmbito dos respectivos acordos com a Comunidade, aos outros países do Espaço Económico Europeu e dos países candidatos. É incentivada a cooperação com outros países terceiros, nomeadamente com as administrações públicas dos países mediterrânicos, dos Balcãs e da Europa de Leste.

Enquadramento financeiro

O enquadramento financeiro do programa IDABC ascende a 148,7 milhões de euros para o período de 1 de Janeiro de 2005 a 31 de Dezembro de 2009.

Palavras-chave do acto
  • Serviços pan-europeus de administração online: serviços interactivos transfronteiras de informação do sector público, prestados por administrações públicas europeias a administrações públicas europeias, a empresas e a cidadãos, por intermédio de redes telemáticas transeuropeias interoperáveis.
  • Interoperabilidade: capacidade que os sistemas e as tecnologias da informação e das comunicações têm de trocar dados e permitir a partilha de informação e conhecimentos.

REFERÊNCIAS

ActoEntrada em vigorPrazo de transposição nos Estados-MembrosJornal Oficial
Decisão 2004/387/CE

20.5.2004

-

JO L 144 de 30.4.2004

ACTOS RELACIONADOS

Comunicação da Comissão ao Parlamento Europeu e ao Conselho, de 29 de Maio de 2009, intitulada «Avaliação final da execução do programa IDABC» [COM(2009) 247 final – Não publicada no Jornal Oficial].
A presente comunicação expõe os resultados da avaliação final da execução do programa IDABC. Esta avaliação concentrou-se em aspectos como a pertinência, a eficiência, a eficácia, a utilidade, a sustentabilidade e a coerência do programa.

As conclusões são, em geral, positivas apesar de o programa ter sofrido um atraso em 2005. O programa IDABC cumpriu a maioria dos objectivos previstos no domínio da administração pública online definida na estratégia i2010.

O programa ISA será o sucessor do programa IDABC. As acções executadas no âmbito deste futuro programa abrangerão principalmente:

  • o contexto estratégico do programa;
  • as ferramentas de comunicação entre e com as partes interessadas;
  • o desenvolvimento de métodos de monitorização.

O futuro programa ISA prosseguirá as acções de comunicação do programa IDABC.

Comunicação da Comissão ao Parlamento Europeu e ao Conselho, de 24 de Outubro de 2006: Avaliação da execução do programa IDABC [COM(2006) 611 final- Não publicada no Jornal Oficial].
Esta comunicação apresenta as conclusões e as recomendações procedentes da avaliação intercalar do programa.

A avaliação, positiva no seu conjunto, permitiu sublinhar a pertinência e a utilidade do programa. Os intervenientes que foram consultados consideram que o programa IDABC constitui uma verdadeira mais-valia na prestação de serviços de administração online. Em contrapartida, o programa encontra-se ainda numa fase incipiente de execução para se poder apresentar uma análise das suas repercussões na Comunidade e medir a sua eficácia.

Contudo, a avaliação destacou algumas lacunas que será conveniente considerar na sequência da execução do programa. A partir destas constatações, foram apresentadas diversas recomendações, entre as quais:

  • diligenciar para que todos os participantes conheçam o seu papel no âmbito do processo de execução das acções;
  • acentuar os esforços para recolher e difundir informações específicas e actualizadas relativas às necessidades dos utilizadores;
  • realizar um estudo das relações existentes entre os diferentes programas da União através dos quais a Comunidade põe em prática iniciativas interoperáveis de administração online.
Última modificação: 30.10.2009

Veja também

  • Poderão encontrar-se informações complementares no sítio IDABC (EN) da Comissão Europeia.
Advertência jurídica | Sobre este sítio | Pesquisa | Contacto | Topo da página