RSS
Índice remissivo

Glossário

Sociedade da informação

A sociedade da informação é sinónimo daquilo que se designa pela expressão «novas tecnologias da informação e da comunicação» (NTIC). Desde o início da década de 90 que as NTIC registam uma evolução fulgurante. A generalização do intercâmbio electrónico de informações, a convergência para as tecnologias digitais, o crescimento exponencial da Internet e a liberalização das telecomunicações constituem algumas das manifestações desta mudança.

A sociedade da informação abre perspectivas inéditas num número significativo de domínios da vida quotidiana, nomeadamente em matéria de acesso à formação e ao conhecimento (ensino à distância, serviços de aprendizagem electrónica), de organização do trabalho e de mobilização das competências (teletrabalho, empresas virtuais), de vida prática (serviços de saúde em linha) e de lazer. Por outro lado, abre novas oportunidades em matéria de participação dos cidadãos, favorecendo a expressão de opiniões e pontos de vista. Porém, esta evolução positiva faz-se acompanhar de novas preocupações: o recurso maciço à Internet exige, por exemplo, um combate a novos comportamentos criminosos, à pirataria, às questões de protecção dos dados pessoais e da propriedade intelectual. Por outro lado, a sociedade da informação pode contribuir para a marginalização de determinados segmentos da sociedade, acentuando as desigualdades sociais.

Perante estas potencialidades e estas ameaças, a União Europeia inseriu a sociedade da informação no âmago da sua estratégia para o século XXI. Lançou, nomeadamente, acções de apoio e de promoção e adoptou medidas destinadas a enquadrar e limitar os riscos associados à divulgação da sociedade da informação; designadamente um plano de acção destinado a promover uma utilização segura da Internet e a combater as mensagens com um conteúdo ilícito e prejudicial.

Ver:

Advertência jurídica | Sobre este sítio | Pesquisa | Contacto | Topo da página