RSS
Índice remissivo
Esta página está disponível em 23 idiomas
Novos idiomas disponíveis:  BG - CS - ET - GA - LV - LT - HU - MT - PL - RO - SK - SL

We are migrating the content of this website during the first semester of 2014 into the new EUR-Lex web-portal. We apologise if some content is out of date before the migration. We will publish all updates and corrections in the new version of the portal.

Do you have any questions? Contact us.


Sistema europeu de registo dos transportadores de materiais radioativos (proposta)

A presente proposta de regulamento tem por objetivo substituir os sistemas nacionais de declaração e autorização relativos aos transportadores de materiais radioativos por um sistema de registo único. A execução deste regulamento contribuirá para simplificar os procedimentos e reduzir a sobrecarga administrativa, mantendo um elevado nível de proteção contra a radiação.

PROPOSTA

Proposta de Regulamento do Conselho, de 30 de agosto de 2011, que institui um sistema comunitário de registo dos transportadores de materiais radioativos [COM(2011) 518 final – Não publicada no Jornal Oficial].

SÍNTESE

A presente proposta de regulamento visa criar um sistema europeu para o registo dos transportadores de materiais radioativos *. Trata-se de assegurar a proteção dos trabalhadores e da população contra os perigos resultantes das radiações ionizantes.

A presente proposta é aplicável a qualquer transportador de materiais radioativos no interior da União Europeia (UE), de países terceiros para a UE ou da UE para países terceiros. Não é aplicável aos transportadores que efetuam o transporte de materiais radioativos por via aérea ou marítima.

Registo de transportadores

Os transportadores devem registar-se no sistema eletrónico de registo de transportadores (ESCReg). Este sistema proporciona acesso limitado e seguro às autoridades competentes dos Estados-Membros, aos transportadores registados e aos requerentes de um registo, sob reserva das disposições da Diretiva relativa à proteção dos dados pessoais. Se o requerente estiver estabelecido num ou mais Estados-Membros, o pedido é processado pela autoridade competente * do Estado-Membro em que o requerente está estabelecido. Se o requerente estiver estabelecido num país terceiro, o pedido é processado pela autoridade competente do Estado-Membro em que o transportador tenciona entrar pela primeira vez no território da UE.

Os Estados-Membros devem designar uma autoridade competente e um ponto de contacto nacional para o transporte de materiais radioativos.

Se a autoridade competente recusar a emissão do certificado de registo de transportador, o requerente pode interpor recurso.

O certificado de registo deve ser reconhecido por todos os Estados-Membros e é válido por um período de cinco anos, renovável.

Condições de transporte de materiais radioativos

Uma vez registado, o transportador está autorizado a efetuar operações de transporte em toda a União Europeia. O transportador deve ter uma cópia do seu certificado de registo durante o transporte.

Os requisitos nacionais de declaração e autorização constantes da presente proposta só se aplicam aos transportadores dos seguintes materiais:

  • materiais cindíveis;
  • materiais radioativos de alto risco.

No entanto, um titular de licenças ou de registos emitidos em conformidade com a Diretiva relativa aos perigos resultantes das radiações ionizantes pode transportar materiais radioativos sem dispor de um registo, desde que o transporte esteja incluído nas licenças ou registos para todos os Estados-Membros em que o transporte tenha lugar.

Se um transportador não cumprir os requisitos da presente proposta de regulamento, a autoridade do Estado-Membro em que foi constatada a infração tem a possibilidade de suspender, revogar ou alterar o registo do transportador. Podem mesmo ser instauradas ações penais contra o transportador.

Contexto

Em 2008, o Conselho e o Parlamento Europeu adotaram a Diretiva relativa ao transporte de mercadorias perigosas, a fim de combinar todos os modos de transporte interior. De acordo com a Diretiva 96/29/Euratom que fixa as normas de segurança de base relativas à proteção sanitária da população e dos trabalhadores contra os perigos resultantes das radiações ionizantes, os Estados-Membros devem estabelecer um sistema de registo das empresas e instituições que processam materiais radioativos, incluindo os transportadores. A presente proposta de regulamento determina que este registo será centralizado a fim de facilitar os transportes na UE.

Palavras-chave do ato
  • Materiais radioativos: quaisquer materiais que contenham radionuclídeos e nos quais quer a concentração de atividade quer a atividade total em cada remessa ultrapassam os valores indicados no Regulamento relativo ao transporte de materiais radioativos.
  • Autoridade competente: qualquer autoridade designada por um Estado-Membro para o desempenho das funções previstas no presente regulamento.

REFERÊNCIA

Proposta Jornal Oficial Procedimento

COM(2011) 518 final

-

2011/0225/NLE

Última modificação: 30.11.2011

Veja também

  • Direção-Geral da Energia – Energia nuclear, transporte (EN)
Advertência jurídica | Sobre este sítio | Pesquisa | Contacto | Topo da página