RSS
Índice remissivo
Esta página está disponível em 15 idiomas
Novos idiomas disponíveis:  CS - HU - PL - RO

We are migrating the content of this website during the first semester of 2014 into the new EUR-Lex web-portal. We apologise if some content is out of date before the migration. We will publish all updates and corrections in the new version of the portal.

Do you have any questions? Contact us.


Parceria com as Nações Unidas: ajuda ao desenvolvimento e ajuda humanitária

A presente comunicação visa reforçar a parceria entre a União Europeia (UE) e a Organização das Nações Unidas (ONU) nos domínios do desenvolvimento e dos assuntos humanitários. A este propósito, a Comissão considera que é necessária uma coordenação mais estreita para alcançar os objectivos fixados a nível internacional e, principalmente, para lutar contra a pobreza.

ACTO

Comunicação da Comissão ao Conselho e ao Parlamento Europeu, de 30 de Maio de 2001, «Criação de uma parceria eficaz com as Nações Unidas nos domínios do desenvolvimento e dos assuntos humanitários» [COM(2001) 231 final - Não publicada no Jornal Oficial].

SÍNTESE

A União Europeia (UE) e a Organização das Nações Unidas (ONU) conduzem acções comuns a nível mundial. A sua cooperação estende-se à maioria dos domínios da política externa da UE e ao conjunto de domínios previstos pela Carta das Nações Unidas (EN) (ES) (FR) (paz, segurança, direitos humanos, assuntos económicos e sociais, desenvolvimento, ajuda humanitária e política comercial). Para além disso, a UE é um dos principais doadores para as agências, os fundos e os programas especializados da ONU.

A presente comunicação analisa os meios que visam reforçar a sua parceria nos domínios da ajuda humanitária e da ajuda ao desenvolvimento, nomeadamente para a aplicação dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM).

Melhorar a cooperação: as prioridades

Os parceiros podem adaptar o seu quadro de cooperação graças:

  • à análise das possibilidades de cooperação entre a UE e a ONU, durante a elaboração dos instrumentos de programação plurianuais por país da política externa europeia;
  • à reforma do Regulamento Financeiro da UE, para uma participação mais flexível nas actividades da ONU;
  • à renegociação do acordo-quadro (EN ) (FR ) entre a UE e a ONU relativo à gestão, ao financiamento, ao controlo e à auditoria dos programas e projectos da ONU.

Para além disso, a comunicação recomenda aumentar a representação e a defesa dos interesses da UE dentro da ONU. Assim, é necessário intensificar o diálogo político com as agências, os fundos e os programas da ONU, bem como melhorar a participação da UE no sistema de governança multilateral.

Cooperação operacional: recomendações

A UE, a ONU e os seus parceiros conduzem operações conjuntas no terreno nos domínios da ajuda humanitária e da ajuda ao desenvolvimento. Esta cooperação pode ser melhorada se forem cumpridos dois princípios fundamentais:

  • a divisão das tarefas deve realizar-se em função do valor acrescentado ou da vantagem comparativa oferecida por cada parceiro;
  • as actividades de ajuda ao desenvolvimento devem centrar-se na luta contra a pobreza.

Para além disso, a coordenação dos doadores deve ser melhorada, assim como a coordenação interna dentro da ONU e o planeamento estratégico das operações em função de objectivos comuns.

Em relação às organizações parceiras da ONU, a Comissão recomenda:

  • apoiar as organizações cujo mandato corresponde às prioridades políticas europeias e reforçar o diálogo político e as partilhas com estas organizações;
  • privilegiar as programações financeiras plurianuais e coordenar os financiamentos dos vários doadores, bem como a luta contra a fraude financeira.
Última modificação: 09.09.2011
Advertência jurídica | Sobre este sítio | Pesquisa | Contacto | Topo da página