Ir para o caminho de navegação, saltando as ferramentas do sítio e o selector de línguas

  • Imprimir esta página
  • Diminuir corpo de letra
  • Aumentar corpo de letra
  • Ver página em alto contraste
  • Escolher cor por defeito

Notícias

Apresentação oficial do Ano Europeu 2012 em Portugal

01/03/2012
Apresentação oficial do Ano Europeu 2012 em Portugal

A apresentação oficial do Ano Europeu do Envelhecimento Activo e da Solidariedade entre Gerações decorreu no dia 28 de Fevereiro num evento realizado no Cinema São Jorge, em Lisboa.

O discurso de abertura coube ao Chefe Interino da Representação da Comissão Europeia em Portugal, Luiz Sá Pessoa, a que se seguiu a intervenção da Coordenadora Nacional do Ano Europeu em Portugal, Joaquina Madeira, que apresentou o programa de actividades para os meses seguintes e chamou a atenção para a necessidade de «sensibilizar os decisores políticos e as autoridades para a criação [...] de melhores condições para um envelhecimento activo».

Moderado pela jornalista Fátima Campos Ferreira, um painel de especialistas debateu o tema «Envelhecimento Activo: realidade actual e perspectivas futuras numa sociedade para todas as idades». A Professora Maria João Valente Rosa, directora do projecto PORDATA, centrou-se numa análise demográfica das tendências de envelhecimento em Portugal. Por sua vez, Francisco George, Director-Geral da Saúde, abordou questões de saúde e José da Silva Peneda, Director do Conselho Económico e Social, falou sobre envelhecimento e emprego.

A jornalista Fernanda Freitas foi apresentada como embaixadora nacional do Ano Europeu 2012. Esteve a seu cargo a apresentação das conclusões do «World Café», uma tertúlia realizada em simultâneo com o debate, onde 50 pessoas de diferentes idades participaram em interessantes conversas intergeracionais.

O ministro português da Solidariedade e da Segurança Social, Pedro Mota Soares, proferiu o discurso de encerramento, tendo enfatizado a necessidade de «compromisso para a construção de uma sociedade para todas as idades». De acordo com o ministro, «o envelhecimento activo é um projecto de vida» e «não deve ser decidido na altura da reforma».

As imagens do evento estão disponíveis aqui.

retroceder