Language selector

Escolher a versão de alto contrasteVisualizar com tamanho de letra normalAumentar o tamanho da letra

Esta página está disponível em 24 línguas

O EPSO e o seu programa de desenvolvimento


O programa de desenvolvimento do EPSO

Um processo de seleção eficiente e moderno assente nas melhores práticas

Foi neste contexto que o conselho de administração do EPSO, no qual estão representadas todas as instituições, aprovou um vasto programa de melhoria e modernização: o programa de desenvolvimento do EPSO. O objetivo é assegurar que o serviço seja capaz de atrair e selecionar a próxima geração de homens e mulheres motivados e altamente qualificados para fazer avançar o projeto europeu e, desta forma, garantir que a UE é capaz de vencer os importantes desafios que a esperam. As mudanças introduzidas destinam-se a permitir selecionar a pessoa certa para o lugar certo, na altura certa e a um custo adequado. O programa baseia-se nas melhores práticas reconhecidas internacionalmente, mantendo-se simultaneamente fiel aos princípios fundamentais a que a seleção e o recrutamento obedeceram durante décadas: uma seleção baseada no mérito, na equidade e na igualdade de tratamento.

O programa de desenvolvimento do EPSO assenta em três aspetos fundamentais:

Planeamento e necessidades

•  Organizar melhor os processos de seleção, com base num planeamento estratégico dos recursos humanos, em estreita colaboração com as instituições da UE, graças a um programa de concursos anuais, que permitam ao EPSO selecionar um número suficiente de candidatos aprovados para satisfazer as necessidades das instituições.

• Reduzir drasticamente a duração da organização dos concursos gerais, que antes do programa de desenvolvimento do EPSO chegavam a durar dois anos.

Avaliação e profissionalismo

•  Aplicar as melhores práticas em matéria de seleção, isto é, optar por uma avaliação centrada nas competências em detrimento de uma avaliação que valoriza os conhecimentos, ou, por outras palavras, determinar aquilo que os candidatos podem fazer e não apenas aquilo que sabem.

• Elaborar testes eficazes, fiáveis e equitativos (tornando o conteúdo mais pertinente), incluindo testes de raciocínio abstrato, testes situacionais e testes de avaliação das competências profissionais na fase de pré-seleção, assim como o recurso a centros de avaliação que utilizam exercícios de avaliação das competências adaptados aos objetivos.

• Realizar testes de pré-seleção multilingues em 24 línguas.

Capacidade de atração e diversidade 

• Promover de forma mais eficaz as carreiras apaixonantes que se podem fazer nas instituições europeias a fim de atrair candidatos com talento e altamente motivados graças à oferta de um pacote de benefícios e condições atraentes que explique o caráter único de que se reveste o trabalho nas instituições.

• Criar uma imagem positiva do emprego nas instituições da UE, através da marca «EU Careers».

Topo da página

Melhorias introduzidas

Qualidade, rapidez, solidez e rentabilidade

O programa de desenvolvimento do EPSO melhorou o planeamento e permitiu recrutamentos mais rápidos e mais bem adaptados aos objetivos. Instituiu concursos anuais para os perfis profissionais mais correntes, permitindo assim aos candidatos preparem melhor a sua candidatura e às instituições da UE fazerem um planeamento estratégico dos recursos humanos. A capacidade do EPSO para atingir os objetivos fixados pelas instituições em termos do número de candidatos aprovados melhorou consideravelmente.

Os novos procedimentos são mais rápidos e eficazes e envolvem menos etapas do que o anterior sistema. Um grande concurso para administradores dura atualmente, em média, nove meses em vez de dois anos como anteriormente.

A utilização das novas tecnologias e das redes sociais, assim como a colaboração com os governos nacionais para divulgar a informação também contribuíram grandemente para tornar os processos mais eficazes e rentáveis. «EU Careers» é um bom exemplo de uma marca coletiva, criada e explorada em conjunto pelo EPSO, pelas instituições da UE e pelos governos dos Estados-Membros, que a utilizam para divulgar e promover as possibilidades de fazer carreira nas instituições e demais organismos da UE.

Topo da página

Resultados obtidos

Objetivos ambiciosos e progressos notáveis

Desde a entrada em funcionamento do seu programa de desenvolvimento, o EPSO realizou progressos notáveis e mensuráveis para atingir os seus ambiciosos objetivos:

• O tempo que leva a organizar um concurso foi reduzido, passando em média de 18 meses para 9–10 meses para os principais concursos para administradores e assistentes.

• A taxa de realização dos objetivos fixados pelas instituições em termos de candidatos aprovados aumentou, passando de 69% em 2008 para 92% em 2011.

• A partir de 2010, o EPSO passou progressivamente a realizar testes de pré-seleção em 24 línguas, em vez de três como anteriormente, o que a torna uma das raras organizações do mundo a realizar processos de seleção desta complexidade e de um tal nível de profissionalismo.

• O EPSO criou uma série de novos testes dirigidos a perfis específicos, tais como testes para a seleção de intérpretes com a ajuda de vídeos, testes situacionais e testes de avaliação das competências profissionais para tradutores e secretárias.

• Em 2011, mais de 99% dos testes por computador decorreram sem problemas e as sondagens efetuadas aos candidatos indicam uma taxa de satisfação superior a 90%, independentemente do processo de seleção e do centro de avaliação em causa.

• A marca «EU Careers» é atualmente uma das dez principais páginas de recrutamento do Facebook de todo o mundo.

Os resultados do EPSO são fruto dos esforços consideráveis e da dedicação do seu pessoal, bem como da estreita colaboração com as instituições europeias os Estados-Membros e os parceiros externos. O EPSO continua a progredir em direção ao seu objetivo de ser reconhecido na cena internacional como o melhor serviço de seleção do setor público, capaz de atrair e de selecionar os melhores profissionais da Europa através de processos modernos e rigorosos. Desta forma, continuará a procurar criar sistemas ainda mais eficazes, que lhe permitam selecionar pessoas motivadas e qualificadas, aptas a ajudar as instituições da UE a vencer os desafios que hoje enfrentam e a construir a Europa de amanhã.

Topo da página