Percurso de navegação

  • Como funciona a UE
    • Informações de base
    • Instituições, organismos e agências
    • Trabalhar para e com a UE

Konrad Adenauer (1876-1967)

O primeiro Chanceler da República Federal da Alemanha, que se manteve à frente do novo Estado alemão entre 1949 e 1963, contribuiu, mais do que qualquer outra personalidade, para alterar a história da Alemanha e da Europa do pós-guerra.

Como muitos políticos da sua geração, Adenauer compreendeu depois da Primeira Guerra Mundial que só se poderia alcançar uma paz duradoura com uma Europa unida. A sua experiência durante o Terceiro Reich (foi afastado do cargo de burgomestre de Colónia pelos nazis) veio confirmar essa opinião.

Em apenas seis anos, de 1949 a 1955, Adenauer realizou uma série de objectivos de grande alcance em matéria de política externa com vista a integrar a Alemanha na aliança ocidental: adesão ao Conselho da Europa (1951), fundação da Comunidade Europeia do Carvão e do Aço (1952) e entrada da Alemanha na NATO (1955).

Um marco fundamental da política externa de Adenauer foi a reconciliação com a França, tendo realizado, com o Presidente francês Charles de Gaulle, um feito histórico: em 1963, a Alemanha e a França, outrora acérrimos inimigos, assinaram um Tratado de amizade que se tornou um dos marcos do processo de integração europeia.

CONTACTO

Pedidos de informação

Telefone gratuitamente para o
00 800 6 7 8 9 10 11 Funcionamento do serviço telefónico

Envie as suas perguntas por correio electrónico

Contactos e informações sobre as visitas às instituições, contactos com a imprensa

Ajude-nos a melhorar

Encontrou a informação que procurava?

SimNão

O que procurava?

Tem alguma sugestão?